• Aghata Valentim

4 dicas vitais para quem tem parentes com depressão

Se você tem filhos, sabe que criar filhos apresenta desafios em seus melhores dias. Pais com doença mental, no entanto, têm ainda mais dificuldades.

Em particular, a depressão dos pais pode causar estragos na psique de uma criança. O que é pior, quando as crianças desenvolvem problemas relacionados à depressão dos pais, o estresse adicional pode piorar a depressão dos pais. Assim, a depressão dos pais pode se transformar em um ciclo duradouro de resultados negativos para toda a família.

Os efeitos da depressão parental em crianças

Na minha própria prática como terapeuta que trabalha com crianças e famílias, descubro quando os pais lutam contra a depressão, a educação dos filhos fica mais difícil para eles. De fato, um estudo publicado no Journal of American Medical Association concluiu que “a depressão dos pais está entre os fatores de risco mais consistentes e bem replicados para a ansiedade na infância e transtornos de comportamento disruptivo e para o transtorno depressivo maior”.

Não só as crianças com pais deprimidos provavelmente têm um risco genético aumentado para doenças mentais, mas os sintomas depressivos dos pais criam estresse ambiental adicional para a criança.

Por exemplo, se você luta contra a depressão, sabe o quanto pode ser difícil manter seu desempenho no trabalho, seus deveres em casa e seu relacionamento com amigos e familiares. Se a depressão causa estressores adicionais, como problemas conjugais ou perda de emprego, as crianças também sofrem.

Quando as crianças crescem em ambientes estressantes ou incertos, elas podem desenvolver seus próprios problemas comportamentais ou emocionais. Ansiedade ou depressão são resultados comuns. De fato, a maioria das crianças que vejo em minha prática experimenta estressores familiares. Devemos primeiro abordar os problemas com os pais antes que possamos esperar que o comportamento da criança melhore.

Como a depressão afeta a maternidade

A depressão é uma doença mental complexa, e a experiência e os desafios de todos com ela diferem ligeiramente. Aqui estão algumas maneiras pelas quais a depressão de um pai afeta uma criança ou família, para ajudar a reconhecer onde as mudanças podem ser feitas.

Fixação e fixação interrompida

Quando os pais lutam com a baixa energia, a falta de alegria e a depressão social que a depressão causa, eles não podem se envolver totalmente com seus filhos. Eles podem até ter dificuldade em reunir energia para cuidar das necessidades básicas de uma criança, de modo que as crianças aprendem a confiar em si mesmas quando os pais são muito difíceis de alcançar.

Habilidades de enfrentamento interrompidas

De acordo com um estudo recente publicado na revista European Child and Adolescent Psychiatry, as crianças parecem aprender diferentes mecanismos de enfrentamento de mães e pais, de modo que a depressão em ambos os pais pode afetar o modo como a criança lida com o estresse. Os autores sugerem que as mães tendem a ser uma influência calmante, fornecendo apoio quando a criança está chateada. Por outro lado, os pais tendem a encorajar estratégias de enfrentamento mais assertivas ou ativas.

Maior culpa dos pais ou auto-culpa

Os pais que sofrem de depressão geralmente sabem que seus sintomas afetam seus pais, mas podem achar difícil fazer mudanças que eles saibam que seus filhos precisam. Além disso, os padrões de pensamentos negativos e a ruminação que acompanham a depressão podem fazer com que os pais assumam que seus pais são piores do que realmente são.

Esses fatores estabelecem um ciclo de culpa e autocrítica que abala ainda mais a confiança dos pais em suas habilidades. De fato, um estudo na Maternal and Child Health Journal descobriu que se sentir mais eficaz como pai pode diminuir os sintomas depressivos dos pais.

Reforço de estratégias parentais ineficazes

Na minha experiência, os pais que acreditam que causaram os problemas de seus filhos têm dificuldade em estabelecer limites apropriados com comportamentos comuns na infância.

Além disso, os pais que duvidam de suas habilidades podem ser mais ansiosos, tendendo a reforçar a ansiedade em seus filhos, em vez de enfrentarem desafios típicos, como a ansiedade de separação. Por terem entrado em padrões ineficazes e não sabem mais o que fazer, os pais nessas situações geralmente cedem ao mau comportamento ou, inadvertidamente, estimulam o sofrimento de uma criança.

O que os pais com depressão devem fazer?

1. Peça ajuda profissional 

Na minha prática, acho que os pais com depressão se beneficiam de orientações específicas sobre como cuidar dos pais com eficiência, não apenas sobre como administrar seus próprios sintomas. Um profissional pode ajudá-lo a entender o comportamento típico da infância, como seus sintomas únicos podem afetar esse comportamento e como desenvolver um estilo parental que funcione melhor para você.

2. Obtenha ajuda para seu filho

Um adulto treinado e neutro que entende a experiência da criança pode aliviar grande parte da angústia que as crianças sentem quando um dos pais tem uma doença mental. Um terapeuta pode ensinar seu filho sobre depressão e como lidar de maneira eficaz quando interfere em seu relacionamento.

Como um bônus adicional, a terapia pode melhorar os problemas comportamentais e emocionais da criança, quebrando ciclos negativos que pioram a depressão dos pais.

3. Encontre alegria em pequenas coisas

Às vezes, conviver com a depressão significa estar muito sobrecarregado para apreciar o momento. As crianças, no entanto, vivem no momento todo o tempo. Além disso, eles apreciam até mesmo as menores doses de atenção total. Enquanto você recebe ajuda profissional para você e seu filho, procure por pequenas alegrias que você possa compartilhar. Um jogo de tabuleiro de 10 minutos, um lanche favorito ou uma caminhada rápida do lado de fora pode fazer uma grande diferença para vocês dois.

4. Encontre ajuda para você mesmo

Se você está lutando com a depressão, a vida do dia-a-dia pode ser esmagadora, especialmente se você também é responsável pelo bem-estar das crianças. Sintomas depressivos significativos necessitam de tratamento adequado. A psicoterapia oferece uma riqueza de benefícios comprovados; Além disso, o manejo de medicamentos pode ajudar alguns indivíduos com depressão a obter um melhor controle dos sintomas.

Ao procurar ajuda, você descobrirá que a paternidade pode se tornar mais fácil com o tempo e a cura, e sua família – incluindo seu filho (ou filhos) – se beneficiará de um ambiente mais saudável e positivo.

Fonte: https://www.talkspace.com/blog/2018/09/parenting-with-depression-tips/#more-10900

#depressão #dicas

1 visualização

CONTATO

REDES SOCIAIS

  • Facebook ícone social
  • Instagram

© 2018 - 2020 por Sua Psicóloga Online