• Aghata Valentim

7 técnicas para pessoas ansiosas

Atualizado: 5 de Out de 2019

Ansiedade é um dos problemas mais comuns que ouço dos meus clientes. É claro que a ansiedade é uma parte normal da experiência humana e pode ser uma reação biológica e saudável aos estressores ambientais.


O problema é quando essa reação muda de uma preocupação temporária ou administrável para um pânico elevado e intolerável. Este último pode interferir no trabalho, atividades sociais e relacionamentos pessoais. Às vezes, a ansiedade pode tornar a nossa vida, incrivelmente difícil de funcionar, e isso é uma sensação muito assustadora e desconfortável.


Uma das maneiras mais eficazes de conter a ansiedade no momento é parar o pensamento – uma estratégia que interrompe o pensamento catastrófico para permitir que nossa mente tenha alguns momentos de clareza para refletir sobre a ansiedade. Aqui estão sete maneiras de fazer isso:


1. Contagem Dispersa


A contagem para cima (ou para baixo) de 10 é uma ótima maneira de lidar com a raiva, mas não é tão eficaz para a ansiedade porque o processo é automático. Enquanto estamos contando cronologicamente, nossas mentes ainda têm a capacidade de refletir sobre o que está causando nossa ansiedade. Uma técnica melhor é a contagem dispersa. Comece com qualquer número e, em seguida, salte – 14, 89, 30, 57, etc. É preciso mais concentração para chegar ao próximo número quando você tiver que pensar sobre o que será, e isso ajudará a tirar sua mente dos pensamentos. que estão incomodando você.


2. Interrupção Verbal


A maneira tradicional de parar os pensamentos é com uma interrupção verbal. Isso pode ser literalmente falado em voz alta, se você se sentir confortável fazendo isso, ou falado sozinho na sua cabeça. Gritando “pare!” ou “chega!” ou “não agora!”, Quando suas preocupações começarem a tomar conta, se obrigue a fazer uma pausa. Isso pode ser feito quantas vezes precisar para acalmar sua mente.


3. Auto-fala positiva


Se seus pensamentos são particularmente negativos ou assustadores, tente reestruturá-los para aqueles que o capacitam. Em vez de pensar “estou tão nervoso em “bombar” nesta apresentação no trabalho”, tente pensar “não há problema em ficar nervoso e eu posso lidar com isso”. Treine-se através de cada pensamento ansioso até que sua ansiedade desapareça e parabenize-se por conseguir essa vitória.


4. Qual é o pior que poderia acontecer?


A ansiedade geralmente nos leva ao pior cenário. Passamos de nos sentirmos nervosos com uma apresentação no trabalho, para nos preocuparmos com a perda total do nosso emprego. Se você puder, imagine ir ao pior cenário possível. O que aconteceria se você perdesse seu emprego? Como lidaria com isso? Que tipo de plano você faria para renovar seu currículo, interagir com outras pessoas em seu setor e se candidatar a novos cargos? Imaginar-se agindo na pior possibilidade, geralmente nos dá a confiança de que, mesmo que o pior acontecesse, ainda seríamos capazes de lidar com isso.


5. Distração Auditiva


Nossos pensamentos obsessivos podem ser tão altos em nossa cabeça, e uma ótima maneira de afogá-los é escutando outra coisa. Coloque sua música favorita, seu podcast favorito ou um livro de áudio que você achar interessante e deixe os sons que saem de seus fones de ouvido esmagar os sons de sua ansiedade.


6. Isolamento Muscular


Ansiedade entorpece nossas mentes com pensamentos e obsessões indesejados, e nos mantém presos em nossas cabeças. Ao fazer o exercício do isolamento muscular, podemos desviar a atenção do nosso cérebro para diferentes partes do nosso corpo.

Primeiro, sente-se confortavelmente em uma cadeira ou na beira da sua cama. Você pode fechar os olhos se isso lhe parecer natural. Então, começando com os dedos dos pés, aperte e segure esses músculos e conte até cinco lentamente. Em “cinco”, solte os músculos e sinta os dedos dos pés relaxarem completamente. Repita este processo dos seus pés para suas panturrilhas, suas coxas, seu abdômen, todo o caminho até a cabeça e de volta para os braços, mãos e dedos. Um exercício como esse alivia parte da tensão do cérebro liberando-o do corpo.


7. Meditação


Talvez você tenha tido um amigo ou um terapeuta recomendando meditação para aliviar a ansiedade. Talvez você não tenha achado a ideia boa, pensando que nunca funcionaria para você. A ciência provou que sim! A meditação regular altera a estrutura do cérebro e fortalece sua capacidade de combater emoções fortes como a ansiedade. Comece praticando a respiração consciente por cinco minutos por dia. Você pode imaginar seus pensamentos ansiosos como nuvens, vagando por você ou como carros passando na estrada. Com o tempo, você pode trabalhar até 10 minutos, 20 ou até uma hora de meditação.


Quando a ansiedade persiste, pode ser difícil não ceder aos obsessivos pensamentos “e se” que consomem sua atenção. É uma experiência desconfortável que é difícil de ignorar, mas com um pouco de prática usando exercícios de parar o pensamento, essas preocupações podem parecer um pouco menos assustadoras.



#ansiedade #dicasparaansiedade #meditação #paradadepensamento #suapsicologaonline

CONTATO

  • Branca Ícone Instagram

ENDEREÇO

Rua Belo Horizonte, 1160 Adrianópolis

Manaus/AM

© 2018 - 2020 por Sua Psicóloga Online