• Aghata Valentim

Por que um psicólogo deve ter um blog, ou não?

O Brasil já é o 4º país do mundo em número de usuários de internet. Já são 120 milhões de pessoas conectadas. Ficamos atrás apenas dos Estados Unidos (242 milhões), Índia (333 milhões) e China (705 milhões).

O expressivo número de brasileiros conectados já é, por si só, um elemento motivador para a criação de um blog. Darei mais algumas razões para você criar o seu hoje mesmo:

1 – O blog é seu e sempre será

Pode parecer um pouco ilógico abandonar plataformas já consolidadas e grátis como o Facebook e Youtube, por exemplo, para começar a escrever um blog.

Já imaginou, porém, sua conta no Youtube encerrada repentinamente após horas incansáveis de trabalho com a criação, edição e publicação de seus vídeos para o seu canal?

Imagine o Facebook que tem suas regras mudando a toda hora. Seria agradável perder os seguidores que você lutou tanto para conseguir?

Com um blog, nada disso pode acontecer.

O endereço é seu, bem como a plataforma que você escolheu para utilizar. Nele, quem manda é você.

2 – Amplie seu conhecimento, ensinando os outros

Se você tem medo de escrever alguma bobagem, crie um blog.

Quando você publica algo, sua responsabilidade aumenta. Certamente, você não vai querer “pagar mico” e, por esse motivo, você pesquisará sobre o tema que escolheu.

Gostaria de enriquecer o seu vocabulário e sua capacidade argumentativa? O seu blog fará isso por você.

Aos poucos, seu blog se transformará na sua base de conhecimento e permitirá também que você amplie seu networking pois, você fará contato com outros profissionais das mais diversas áreas bem como pessoas que apenas gostam do que você escreve.

3 – Transforme seu nome em uma marca

Já ouviu falar em Personal Branding? É a criação de autoridade no seu ramo de atuação. É o reconhecimento das pessoas em relação ao seu expertise sobre um determinado assunto.

O mundo inteiro deve saber o quanto você é bom e não somente o seus pais, amigos e pacientes. 🙂

Quando você gera autoridade ao redor do seu nome, as empresas e outros profissionais buscarão associar suas marcas à sua ou buscarão os seus serviços. Isso por que vêem você como alguém que sabe o que diz e passam a confiar mais na sua marca.

4 – Te ajuda a ser encontrado no Google


Além disso, amplia a possibilidade de outras empresas criarem links para o seu site, posicionando você melhor nas buscas do Google e, como consequência, aumentando seu tráfego orgânico.

5 – É interatividade pura

Aqui, entendemos a importância da área reservada para os comentários. Incentivar essa conversa significa aproximar-se dos seus clientes em potencial.

Isso sem contar que você poderá aprender muita coisa com a opinião dos que lêem seus artigos e até tirar novas idéias para escrever mais e melhor.

6 – Portas abertas para novos clientes

O blog ajuda muito nos casos em que o cliente ainda não está no momento ideal de compra do seu produto ou serviço. Assim, ao atraí-lo para o seu site, o cliente pode continuar em contato contínuo com você.

Dessa forma, você vai estabelecendo a confiança aos poucos e o cliente já terá seu em mente quando finalmente decidir que é a hora.

7 – Resultados indiscutivelmente permanentes 

Diferentemente de uma propaganda de TV, um banner em um site de terceiros ou um flyer entregue no semáforo, o blog é um ativo permanente.

Se você deixar de investir na propaganda, não terá mais a presença nesses canais. Se você deixa de escrever no blog, no entanto, os links de indicação e a autoridade das suas páginas perante o Google continuam e, assim, você continua recebendo tráfego para o site de forma gratuita.

Ter ou não ter um blog? Eis a questão.

Preciso falar que nem tudo são flores. Nada do que você leu até agora fará sentido se você não gostar de escrever ou não tiver um tempo para dedicar ao seu blog.

Assim como tudo na vida, os resultados aparecerão depois de muito trabalho. Isso significa horas em frente ao computador pesquisando, lendo e escrevendo. Pergunte a si mesmo se é isso que você quer para a sua vida. 🙂

O início será frustrante. Você se questionará para quem está escrevendo, uma vez que não terá seus artigos repletos de comentários.

Sua imagem estará vinculada ao seu blog. Logo, você terá sempre que fazer o melhor. Mediocridade não cabe.

Se você é um psicólogo empreendedor e arrojado perceberá que, em qualquer contexto, as vantagens de ter um blog são maiores que as desvantagens.

Já está suficientemente motivado? Mãos a obra. Crie seu blog hoje mesmo.

Ah! Antes de ir embora, comente o que achou deste artigo. Se tiver alguma dúvida, ficarei muito feliz em ajudar. Não esquece também de compartilhar. Isso seria bem legal!

#criarblog #personalbranding #psicologia #psicólogo

1 visualização

CONTATO

REDES SOCIAIS

  • Facebook ícone social
  • Instagram

© 2018 - 2020 por Sua Psicóloga Online